Chanacomchana Edição 4

Edição número quatro do Chanacomchana, que descreve a quente a ação que elas organizaram e protagonizaram no 19 de agosto de 1983. A edição conta ainda com poesias; charge; um manifesto defendendo a autonomia do movimento de lésbicas; anúncio convidando as mulheres a divulgar seus times de futebol amador feminino; depoimentos pessoais; convite para mães lésbicas se fazerem visíveis; entrevista com o diretor de teatro Tom Santos; convocação para debates sobre saúde das mulheres lésbicas, em conjunto com a Associação Paulista de Medicina...

Merecem lugar de destaque nessa lista a divulgação tanto do grupo Adé-Dudu (coletivo de homossexuais negros da Bahia) quanto de um texto explicando a aids produzido por membros do grupo Outra Coisa e convocando as lésbicas a ajudarem no financiamento do dito texto. Essas pequenas notas e a descrição da presença de “bichas maravilhosas” com “paletós de couro” no ato do Ferro’s Bar são pequenos exemplos da solidariedade mútua entre os diferentes grupos de lésbicas e “gueis” que existiam na época. Relações essas marcadas por conflitos, disputas, mas também afetos e aproximações que, de diferentes formas, perduram até hoje.