Chanacomchana Edição 3

Em celebração ao Dia Nacional da Visibilidade Lésbica, data alusiva ao 1º Seminário Nacional de Lésbicas e Bissexuais - Senale ocorrido em 29 de agosto de 1996, trazemos a terceira edição do Boletim Chanacomchana. Essa edição especial de aniversário traz a matéria GALF: A HISTÓRIA DE UM GRUPO DE MULHERES LÉSBICAS com fragmentos da memória do movimento sapatão brasileiro. Não deixe de conhecer nossa história:

“Hoje, neste mês de maio, a gente faz 4 anos. Já nos chamamos ‘facção lésbica-feminista’ quando ainda estávamos no Somos (Grupo de Afirmação Homossexual), em 1979; Grupo Lésbico-Feminista quando nos tornamos autônomas, em maio de 1980; Grupo de Atuação Lésbico-Feminista; Grupo de Ação Lésbico-Feminista e, agora, Grupo Ação Lésbica Feminista. Bom, vocês devem estar se perguntando quais as razões de tantas mudanças e, também, por que a escolha de uma denominação tão ‘maldita’ como lésbica-feminista. A resposta é uma longa história que tentaremos resumir aqui e que faz parte de nossa história.”