Biblioteca Cassandra Rios

Quando escrevo não me assemelho a ninguém, nem a mim mesma. Cassandra Rios

A Biblioteca Cassandra Rios conta com quarenta e oito livros de ficção da “Safo de Perdizes”, além de livros acadêmicos e poesia. Alguns destaques são os exemplares raros de Devassos no Paraíso, de João Silvério Trevisan (DATA), Confissão da Senhorita Sapho – Obra francesa do século XVIII atribuída a Matheus Francisco Pidansat de Mairobert, A Volúpia do Pecado, de Cassandra Rios, Damas de Paus – O Jogo Aberto dos Travestis no Espelho da Mulher, de Neuza Maria de Oliveira e Histórias Sexuais – L. de Azevedo. Para mais detalhes sobre os ítens, não hesite em nos escrever.

Jacarés e Lobisomens: dois Ensaios sobre a Homossexualidade

  NU MASCULINO Teu lado feminino me erotiza. São belos, sensuais e muito caros certos momentos gostosos, em que te encaro menos como homem e mais como menina: quando passas teus cremes para a pele, ou pões o avental pra cozinhar, ou quando em mim te esfregas até gozar os teus gozos sem fim, ou

“Confissão da Senhorita Safo” é uma das primeiras obras editadas no Brasil

Confissão da senhorita Safo é umas das primeiras obras editadas no Brasil, na década de 1920, que foi completamente consagrada ao tema lésbico. Trazemos um excerto da pioneira pesquisa histórica Lesbianismo no Brasil de Luiz Mott descrevendo a obra: Confissões da senhorita Safo deve ter aparecido nas livrarias brasileiras na mesma quadra que o livro

Histórias do Amor Maldito

Gasparino DaMata (Org.) Histórias do Amor Maldito Rio de Janeiro: Gráfica Récord Editôra, 1967. Contos sobre Homossexualidade. De Aníbal Machado, Dalton Trevisan, Nelson Rodrigues, Dinah Silveira de Queiroz, José Condé, W. Autran Dourado, Mario de Andrade, Machado de Assis, Érico Veríssimo, Octávio de Faria, Lúcio Cardoso, Oswald de Andrade, Gilberto Freire, Graciliano Ramos, João do Rio,